É muito comum ouvirmos que a fé não é acompanhada da razão. Por conta dessa afirmação, que predomina entre as pessoas que são descrentes e até mesmo quem está na igreja diversos tipos de preconceitos a respeito dos cristãos, como pessoas que não usando a razão e se baseiam mais em suas experiências pessoais e sentimentais do que na intelectualidade, como pessoas ignorantes.

John Stott propõe em 'Crer é também pensar' mostrar o quão errado isso é, nos mostrando como é possível andar com a fé e razão - e como isso é um dever para todo cristão.


Autora: John Stott
Editora: ABU
Páginas: 88
Ano: 2012
Nota: 5/5

Eu estava bastante animada com o livro, mas confesso que seu tamanho me deixou receosa, afinal há muito sobre o que falar desse tema, há tantos pontos que se contrapõem e estava com medo de o autor me decepcionar no quesito de abordar tudo que tem para abordar.

Porém, nada disso aconteceu. John Stott tem uma escrita bem leve e fácil de compreender, o que é excelente para a teologia, já que a torna algo mais acessível e de fácil compreensão. Dividido em quatro capítulos o autor traz à luz da Palavra diversos temas importantes para entender qual a importância do pensamento intelectual dentro da Igreja, dentro de nossos corações e como a razão pode nos ajudar a entender e viver mais de acordo com a fé que professamos.



No entanto, o livro não tem nenhum toque de "autoajuda" comum às vezes nos livros cristãos. Pelo contrário, o tempo inteiro o autor traz referências de passagens bíblicas e também de outros autores importantes no cenário da teologia cristã.

Quanto mais os homens ignoram a verdade de Deus que eles conhecem, mais “fúteis” e até “insignificantes” eles se tornam no pensamento.

Muitas pessoas acreditam que a fé se baseia nas experiências, no que se sente, e por isso é irreconciliável da razão. A verdade é que fomos criados como seres racionais. Deus fez o homem a sua imagem e semelhança e lhe distinguiu dos animais dando a capacidade de pensar e assim poder fazer escolhas com base em sua razão. Acreditar que a fé deve ser acompanhada da razão não é ser cristão frio, mas entender o propósito divino para os seres humanos desde o momento da criação.



Crer é também pensar é um chamado para que possamos exercer a capacidade intelectual que Deus nos deu, a capacidade pensar, discernir, entender, conhecer. E como isso nos ajuda a entender melhor as Escrituras, a evangelização, a adoração verdadeira e nos ajuda a ter uma vida em santidade, entender nosso chamado para o serviço do Senhor e ter uma fé sólida.


2 Comentários

  1. Olá! Não é um gênero que eu leia muito, mais gostei da sua resenha, muito bem estruturada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aléxia!
    não conhecia o livro e confesso que ele é totalmente diferente do meu estilo preferido de leituras. Mesmo assim, achei a premissa do livro curiosa e interessante, não é sempre que vemos o tema ser abordado na literatura. É sempre bom buscar leituras que nos fazem refletir, gosto disso nos livros que leio. Anotei a dica para ler um dia ou indicar a alguém que goste do gênero.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online