Uma Chance para Recomeçar é um dos novos lançamentos da editora Novo Conceito. Escrito pela Lisa Keyplas ele conta a história, inicialmente, de Holly, uma garotinha que acabou de perder a mãe e tem que ir morar com seus dois tios, Sam e Mark, que não fazem a menor ideia de como criar uma criança. 

Autora: Lisa Kleypas
Editora: Novo Conceito
Páginas: 174
Ano: 2014
Nota: 5/5
Sinopse: Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele descon fia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe. Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida... Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.

A história tem em foco três personagens que mesmo tendo histórias diferentes, acabam fazendo parte um da vida do outro. Tudo começa quando Holly perde sua mãe em um acidente de carro. Mark é o tio que ficará responsável por Holly, juntamente com Sam, o outro tio da menina. O problema é que Mark não faz a menor ideia do que seja uma família de verdade, já que ele foi criado em uma casa cheia de contenda onde os pais usavam os filhos para atingir um ao outro. Ou seja, para ele criar Holly será seu maior desafio. .



Maggie perdeu há dois anos o seu marido. Maggie acredita em mágica e apesar da triste fase em que teve que passar ela continua sendo doce e alegre. Além disso, ela tem uma loja de brinquedos e é aí que ela conhece Holly. Logo no primeiro encontro elas têm uma conexão muito forte, e Holly que deixou de falar desde que sua mãe morreu, há mais de seis meses atrás, acaba começando novamente a se expressar pelas palavras. Foi bem rápido a conexão de Maggie e Holly, mas foi algo real e bonito, e não algo atropelado ou forçado entende? 

O livro todo é narrado em terceira pessoa e no começo ele é muito chato, pois os capítulos são bem longos e o livro é cheio de detalhes sobre a vida dos personagens, e algumas coisas que podem ser consideradas desnecessárias, mas aos pouquinhos ele melhora muito e acaba se tornando um daqueles livros que te prendem e fazem suspirar. 

A presença de Holly na vida dele oferecia um tipo de graça que nenhum dos dois havia conhecido até então. Um lembrete da inocência. Algo acontecia com eles, descobriram, quando ganhavam o amor e a confiança incondicionais de uma criança.

Os personagens foram muito bem elaborados, Mark é um homem pessimista, que não acredita em mágica e nada que não seja comprovado que realmente existe. E apesar de ser um homem fechado, dá para notar que ele tem bom coração e que todo seu comportamento recluso se deve a sua infeliz infância.

Já Maggie tem uma família gigantesca e tinha conhecido o amor da sua vida, um homem doce e otimista, que acabou falecendo de câncer. E mesmo assim ela ainda conseguiu continuar sendo a mulher doce e leve de sempre. Maggie e Mark são duas pessoas completamente diferentes, mas que acabam tendo uma ligação imediata e uma coisa em comum: eles amam a Holly.



O livro tem outros personagens, como a quase namorada de Mark, Shelby, e seus irmãos, Sam e Alex, mas o foco principal é para Maggie, Holly e Mark. Eu comecei a leitura achando que a autora iria abordar a história de Holly e seu sofrimento com a perda da mãe, mas não. Ela abordou isso de forma sutil e mostrou como uma criança pode fazer de sua família pessoas que lhe amam e cuidam dela. A história tem um foco maior para os conflitos internos dos personagens, a forma como eles se sentem e como eles reagem. 

Em geral, uma criança era o resultado de uma família. Naquele caso, no entanto, uma família era o resultado de uma criança. 

Eu adorei o livro, apesar dele ter uma narrativa um pouco arrastada, é um livro perfeito para se ler no natal, em um dia frio quando se quer uma história para esquentar o coração. Os personagens são bem desenvolvidos e bem realistas.

A história flui bastante e, como é um livro pequeno, não enrola, e também não acontece de maneira rápida demais. A autora conseguiu colocar acontecimentos na medida certa para o tanto de páginas. É um livro inspirador e que te faz sorrir, se emocionar e torcer muito pela felicidade dos personagens.

AVISO IMPORTANTE: Gente, essa resenha foi postada originalmente no Meninas Quase Invisiveis, meu antigo blog. Lá tem várias resenhas legais que fiz há uns dois anos atrás e como o blog está totalmente inativo, eu resolvi trazer as melhores resenhas para aqui, assim o FNO sempre vai ficar com resenhas novas e quem não me acompanhava no MQI poderá ver as dicas que eu dava por lá. 

22 Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Esse foi o primeiro romance contemporâneo que li da autora depois de ter lido todos os de época que eu consegui encontrar. Me joguei de cabeça e não me arrependi. É realmente uma história maravilhosa, me prendeu do inicio ao fim. Eu comecei a ler e só larguei livro quando li a ultima palavra. Amei saber que a sua opinião é semelhante a minha e amei a resenha. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pretendo ler mais coisas dela, especialmente de época. Me agradou muito a história e a escrita ♥ Beijos!

      Excluir
  2. Não conhecia o livro e nem a autora, mas o livro parece ser super acolhedor, aqueles que dá vontade de abraçar num dia chuvoso ou num domingo!
    Adorei a resenha, bem explicativa e mostrou o que te chamou a atenção no livro. <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È exatamente nesse estilo hahaha ♥ Que bom que você gostou, fico feliz demais ☺ Beijooos!

      Excluir
  3. Eu conheço esse livro, li e não é algo que aprecie tanto, na época, era parceria da editora, não é uma leitura horrível, mas não consegui gostar, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxinha, é uma pena mesmo, mas entendo rs :( Beijos!

      Excluir
  4. Que sinopse mais emocionante e linda *-* eu adoro livros onde podemos ter uma noção e ponto de vista de vários personagens. Fiquei encantada para saber como essa história termina, já ate´comecei a criar cenários na minha cabeça. Não sabia desse lançamento fofo da Editora Novo Conceito (e olha que eu amo aquela editora... e odeio um pouco também haha), mas adoraria ler, ainda mais na época do Natal!

    Oh, sua resenha está maravilhosa <2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu também amo esse tipo de narrativa ☺ Na verdade esse lançamento foi no Natal de 2014, mas como estou republicando resenhas antigas... Ah obrigada pelo elogio, fico muito feliz que tenha se interessado! Beijos.

      Excluir
  5. Oi!
    Não conhecia esse livro, mas eu achei lindas tanto a capa quanto a temática. Que bom que a questão da aproximação da menininha com a mulher não foi forçada. Mas, apesar de eu não gostar de romancezinhos, acho que esse livro pode ser mais sobre o amor familiar e sobre fazer laços do que uma história de amor. Fiquei com vontade de lê-lo!

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, eu amo livros que aborda bastante da questão familiar, engloba as pessoas e etc ☺ E esse livro é assim mesmo, o romance acontece, mas acho que nao seja o foco. Beijos!

      Excluir
  6. Curti muito sua resenha. Tenho um amigo que vive me indicando obras dessa autora. Vou anotar a indicação, se eu ler esse primeiro vou matá-lo de ódio kkkkk.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nada da autora, mas pela sua resenha parece bom, gostei que ele é bem curtinho e seria uma ótima leitura para ler em uma tarde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiim, exatamanete hehehe ♥ Se voce tiver a fim de ler a tarde toda o livro é ótimo! ☺

      Excluir
  8. oie como vai?
    O livro parece bem tocante, não sei se leria, mas ele me passou essa sensação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito tocante mesmo ♥ uma linda história! ☺

      Excluir

  9. Oiii.
    Adoro a escrita da Lisa Kleypas e esse livro é particularmente fofo com todo esse clima de natal que eu simplesmente amo. Diferente de você eu achei a narrativa bem fluida e acabei a leitura bem rapidinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? hahah, ai que bom então! Achei a história bem fofa também ♥ Beijos e um super obrigada pelo comentário!

      Excluir
  10. Oi!
    Eu tenho esse livro e há muito tempo tenho vontade de ler, amo demais a autora e os meus preferidos dela são os romances de época <3 se você gostou desse, vai adorar os outros.

    Amei sua resenha :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu já quero ler mesmo os outros hehehe, eu amo demais romance de época, então imagina só! Que bom que gostou! Beijos ♥

      Excluir
  11. Oi!!

    Ahhhh tá! kkkk Ia dizer que esse livro não é lançamento kkkk
    Eu morro de vontade de ler ele, pois a autora normalmente tem publicado por aqui só os romances de época né? E esse tem uma história muito atraente! Quem sabe leio esse ano!

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah pois é! Eu pensei em tirar isso, mas acabei deixando kkkk. Lê sim, se você gosta de histórias emocionantes possivelmente irá curtir ♥

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online