É muito comum que as pessoas se denominem como cristãs por acreditarem que Cristo veio a terra como o filho de Deus, nascido de uma virgem, para morrer pelos pecados do mundo, dando assim a chance para entrarmos no Reino de Deus e termos a vida eterna. Da mesma maneira é comum ouvirmos que as pessoas são "cristãs nascidas de novo" quando alguém resolve não só aceitar a Cristo, mas viver conforme seus mandamentos e os padrões bíblicos. 

Ao ler o livro O que significa ser nascido de novo?, do teólogo e filósofo R. C. Sproul, no entanto, fica muito claro uma coisa que praticamente todas as pessoas sabem, mas muitas fingem desconhecer: cristão é aquele que morreu para o pecado. Quando nos denominamos cristãos isso significa que estamos falando que nós nascemos de novo. Como Cristo morreu na cruz para nos dar a vida eterna, nós morremos para o pecado e começamos a seguir a Cristo. Cristão é aquele que nasceu de novo, em uma nova vida que nós temos a oportunidade de viver pela graça de Deus. 

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!  2 Coríntios 5:17
Morrer para o pecado não significa que quem é cristão se acha santo e não peca mais. Muito pelo contrário, no próprio livro do Sproul, ele argumenta que ao se tornar cristão seus problemas só começaram, afirmando: "Minha vida só começou a ficar mais complicada quando me tornei um cristão, porque, depois que isso aconteceu, tenho de realizar cada dia aquela guerra entre as coisas da carne e as coisas do Espirito.". .

Ser cristão, ser nascido de novo, é lutar diariamente contra o pecado, é buscar cada dia mais forças em Deus para negar as tentações da carne e fortalecer o espirito, uma busca incessante de uma vida em santidade e uma consciência do que é o pecado, como ele agride a Deus, o mal que faz em nossa vida, como nos afasta do Criador e, assim, nos aproxima da destruição de corpo e alma. Ser cristão é você lutar contra a carne dia após dia. 

Peca-se ainda? Sim, sempre. Porém quando assumimos uma vida com Cristo, nós morremos para o pecado de forma que morremos para o prazer e o desejo de pecar, é isso que morre em nós. Não quer dizer, é claro, que nos tornamos santos e não-pecadores, mas que nós temos uma nova consciência que entende o quão grave é o pecado e por isso, através do Espirito Santo, o nosso desejo de pecar morre, mesmo que ainda pequemos. Como afirma o apostolo Paulo:

Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo. Romanos 7:19

Em O que significa ser nascido de novo, o autor aborda como base o texto de João 3, onde jesus fala para Nicodemos, um fariseu líder dos judeus, que para entrar no reino do Deus, é necessário nascer de novo. É necessário morrer para o desejo do pecado, buscar uma vida não baseada mais na carne e seus desejos de luxuria, materialismo, ganancia, idolatria, inimizades, indecência, egoismo, divisões, zombaria, baderna, farras, bebedeiras, descontrole, imoralidades e etc., É morrer para tudo isso e assumir uma nova identidade: filho do Deus vivo, seguidor de Cristo, morto na cruz para purificar os seus pecados. É assumir uma vida de bondade, humildade, paz, paciência, amor, domínio próprio. fidelidade.

Ser cristão é negar as ofertas do mundo para o pecado e ser feliz buscando uma vida de santidade, purificação, consagração a Deus. Vou deixar alguns versículos para que se possa meditar mais um pouco sobre isso, mas não esqueçam de deixar nos comentários o que acharam da reflexão. Espero que Deus tenha tocado em seus coração tanto quanto tocou no meu enquanto escrevia essa mensagem.

Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.Romanos 6:4
Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente. 1Pedro 1.2
Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20  
Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade. Efésios 4:22-24

18 Comentários

  1. Quando nos tornamos cristãos, recebemos uma cartilha com as coisas que não podemos fazer, mas com o passar do tempo, percebemos que ser cristão não é obedecer um conjunto de regras, mas sim essa luta diária contra o pecado, que mesmo sem perceber cometemos. É algo que vai além do nosso querer, está enraizado em nós e demanda tempo e trabalho com o Espírito Santo para abandonarmos essas práticas para sempre.
    Amei seu texto e vou procurar pelo livro também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamenteeeee!!! Essas "regras" na verdade é uma só: fugir do pecado. Quando falamos que cristão não pode e isso e aquilo parece que é porque Deus é um ditador, mas na verdade não podemos determinadas coisas por que são pecaminosas. Que bom que gostou do texto, sério ♥ Espero que ame o livro!

      Excluir
  2. Nossa palavras muito bonita, minha mãe é evangelica e sempre que posso vou a igreja com ela, me sinto tao bem traz uma paz enorme.Amei seu blog bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Vanessa! ♥ Deus sempre traz paz ao nosso coração quando o buscamos ♥☺ Que bom que gostou, viu? Fico feliz! ☺

      Excluir
  3. Concordo totalmente, sempre tive uma vida cristã, mas quando parei e retornei, me senti outra pessoa. É difícil deixar alguns costumes mundanos no passado, mas não é impossível.

    ResponderExcluir
  4. Eu li sobre isso essa semana, e realmente, morrer para o pecado tem um significado muito maior do que a gente imagina!

    ResponderExcluir
  5. Linda a reflexão! Muitas pessoas se dizem cristãos, mas não expressam isso nas ações e até pregam o contrário! Eu acho que ser cristão é justamente o que você falou, de perceber quando está pecando e não fazer de novo, perceber o erro! Amei a reflexão! Acho que o mínimo que devemos ser quando seguimos uma filosofia é ser coerentes e agir de acordocom ela!
    Muitobom o post!
    Beijos, Gi.
    Blog About Girls

    ResponderExcluir
  6. Adorei a reflexão. Eu vejo muito por aí pessoas que se dizem cristãs e estão julgando o outro, criticando, falando mal, fazendo cara feia. Sei lá. Parece que somente se intitulam como tal, mas não levam isso para a vida, apenas para algumas atitudes. Eu não sou católica, cristã nem nada parecido, mas tenho minha fé e acredito nela. Não sou fã dessa teoria da qual descreveu, mas respeito quem a concretiza. O importante é que sejamos felizes ♥

    ResponderExcluir
  7. primeiro sou totalmente contra o batismo na infância. a pessoa cresce naquela religião mas não faz nada especificamente dela. assim fica fácil ser cristão.
    na verdade, todos os pensamentos cristãos já existiam antes de cristo!

    quando tu começa a perceber que teu id, ego e super ego estão sempre em luta, fica mais fácil viver de maneira correta perante a sociedade que vive.

    o interessante é que pra mim foi totalmente o oposto que o autor citado. quanto mais me afasto da religião, mais vivo melhor, mais trato bem as pessoas, mais me trato bem e também ao meio ambiente.

    existem outros caminhos de ser uma boa pessoa além da religião ;]

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou contra o batismo infantil, embora acredite que deva-se ensinar a criança o caminho que se deve andar. Entendo o que você quer dizer, e acredito também que existam pessoas que fazem boas e importantes ações e não são vinculadas a religião alguma, não é exatamente uma regra, assim como existem pessoas vinculadas a religiões e são más pessoas.

      Excluir
  8. Ótima reflexão.
    Ser cristão é muito mais que portar uma bíblia,frequentar uma igreja.Mas muita gente esquece, e faz do cristão um ser inatingível. Ser cristão entre tantas coisas, é o exercício diário da caridade e do perdão.

    ResponderExcluir
  9. Amo esse tipo de reflexão, faz a gente repensar nos nossos atos de cristão e perceber no erros que as vezes fazemos sem perceber.

    ResponderExcluir
  10. Acredito muito que quem segue ou acredita em alguma religião deveria pensar dessa maneira. Hoje em dia todo mundo se diz algo - mais poucos conhecem os significados e as histórias de como tudo aconteceu né?!
    Beijo,
    www.setevidasfelinas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, Débora. É muito importante você conhecer e seguir aquilo que defende e acredita de coração e ação!

      Excluir
  11. Muitas verdades para um texto só. Você abordou um assunto que realmente se deve ser falado com mais frequência e sem medo. Quem dera que todos pensassem dessa forma! Amei o seu texto! Bjos, Blog Marinspira <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Mari ♥♥♥ Obrigada!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online