O ano de 2015 foi o ano em que eu menos li desde que comecei o hábito de leitura, e devo confessar que foi muito ruim isso para mim. O problema é que eu estava em época de vestibular e quando não estava na escola ou curso, estava lendo matérias e fazendo lista de exercícios, o único tempo livre eu usava para entrar nas redes sociais e saber das novidades. 

Por isso, eu sei que não ter tempo para ler impede muito as pessoas de adquirirem ou continuarem com o hábito de leitura, que é muito importante. Porém, esse ano eu também não estava tendo tempo para ler, mas conseguia sempre que podia ler umas páginas no trem, nos intervalos, antes de dormir e assim eu conseguia terminar um livro em um mês, mas lia!

Me pediram na pesquisa de público do blog (responde aqui, por favor!) para que eu fizesse um post com dicas de livros para quem não tem tempo de ler. Então eu fiz uma seleção de estilos literários, livros curtos e livros envolventes, onde a leitura flui rápido, para quem não tem tanto tempo assim e quer aproveitar o tempo que tem com bons livros.

Crônicas

Livros de crônicas, acredito eu que, são os melhores para quem não tem tempo. Isso porque as crônicas costumam contar histórias curtas, às vezes fictícias outras reais, de maneira bem leve, dinâmica e que, o melhor de tudo, nos faz refletir por um tempo. 

Por isso vou indicar três excelentes livros dessa categoria: Feliz por nada, da Martha Medeiros, que foi o primeiro livro da Martha que li e foi onde me apaixonei pela escrita dela, fala muito de coisas do cotidiano de maneira clara, mas muito reflexiva, assim como Da boca pra dentro, da Yohana Sanfer, que era uma parceira minha no MQI e me enviou essa obra-prima, cheia de poesia no meio das crônicas e uma beleza que fez com que eu me apaixonasse pelo gênero.

Por último, Depois dos Quinze, da nossa querida e super conhecida Bruna Vieira, já faz uns anos que li, mas eu gostei muito, é no estilo das crônicas publicadas no blog que leva o mesmo nome, e se você curte crônicas de blogs com certeza vai adorar o livro. Confira as sinopses ;)


Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.


Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac dos relógios e, se faltar luz, tanto melhor. Tudo o que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve.” É com a força transformadora de um abraço que Martha Medeiros abre este novo livro de crônicas e é com a mesma singeleza e olhar arguto para o cotidiano que a escritora ilumina algumas das questões mais urgentes do século XXI. A destacada romancista, cronista e poeta, que já teve obras adaptadas para o cinema, para a tevê e para o teatro, fala aos leitores com a sinceridade de um amigo e materializa as angústias e os anseios da sociedade pós-tudo, que vive acuada sob o grande limitador do tempo. Nesta coletânea de mais de oitenta crônicas, Martha Medeiros aborda temas muito diversos e ao mesmo tempo muito próximos do leitor. A autora tem o dom para aproximar assuntos por vezes fugidios – como é próprio do cotidiano – de questões universais, como o amor, a família e a amizade, e criar lugares de reconhecimento para o leitor, como ao falar de Deus, dos romances antigos e novos, da mulher, de escritores e cineastas que são imortais, de se perder e se reencontrar, do que a vida oferece e muitas vezes se deixa passar. “Feliz por nada”, afirma Martha Medeiros, é fazer a opção por uma vida conscientemente vivida, mais leve, mas nem por isso menos visceral.

"Mas quantas e quais são as coisas que dizemos depois de consultar o coração? Um punhado de essência, um milhão de desejos, um infinito de verdades? Pra onde vai e de onde vem tudo aquilo que nos importa, esse tudo que é grande e traduzido pelas palavras que não cabendo no peito, transbordam corpo, alma e nossas certezas? Minha suspeita: da boca pra dentro. São da boca pra dentro todos os beijos que respondem um anúncio de dúvida, toda saudade confessada durante o abraço, o elogio inevitável, o desabafo acolhido por um olhar, a palavra engasgada e denunciada pelas lágrimas, o grito que transgride a calmaria.(...) Moram da boca pra dentro nossos silêncios falhos, nossas falas eternizadas na lembrança de alguém, o sentimento entregue num agradecimento, numa saudação sincera, numa notícia boa, numa declaração de amor."(Trecho da crônica "Da boca pra dentro").Um livro que reverencia o amor, os sonhos, os quereres e traz outros olhares sobre o cotidiano.

 Livros curtos e envolventes

Tem muitos livros mais grandinhos que são bastante envolventes, porém, para quem não tem tempo é certamente um desafio ler uma obra com mais de 350 páginas, mesmo que seja muito envolvente. E também é horrível você gastar seu sagrado tempinho lendo uma obra curta, mas super arrastada e tediosa. 

Afinal, nem sempre quantidade significa qualidade, certo? Por isso selecionei obras com até 350 páginas, que é consideravelmente o tamanho médio de um livro e que são completamente envolventes e gostosas de ler.

Vou começar com De Olhos Fechados, da autora nacional (sem preconceitos com nacionais, hein!) Lavínia Rocha. O livro contém 253 páginas, os capítulos são recheados de diálogos, o que faz a leitura fluir muito rápido, e também tem uma história muito envolvente e apaixonante. Esse foi o único livro que consegui ler no ano de 2015, de tão rapidinho que a leitura se torna, mas tão gostosa que até hoje guardo um carinho especial. Confira a história e leia aqui a resenha:
Sinopse: "Ignorar é a solução" foi o que pensou Cecília quando alguns papéis começaram a surgir no seu quarto, na bolsa e nos seus livros. O que seriam aquelas ameaças e informações sem nexo? Quem estaria mandando? Como se não bastasse, a cada que os lê, uma imagem passa em sua mente. Talvez isso pudesse ser menos estranho se Cecília não fosse cega desde o dia que nasceu. Para desorganizar ainda mais sua vida, Tiago - o garoto novo da escola - começa a balançar seu coração e a faz com que sinta o que ela jamais sentiu. Sua dificuldade agora é acreditar no que sempre tentou passar às pessoas: ser cego não é sinônimo de limitação e tristeza. Entre os desafios do dia-a-dia e da adolescência, Cecília se vê envolvida em um mistério que pode afetar sua vida e de todos os belo-horizontinos, e ela não vai descansar até descobrir - e entender - um grande segredo do passado da cidade que os livros de História jamais ousaram contar.

Moça com Brinco de Perola foi outro livro incrível que me fez devora-lo em dois dias. A história é bastante envolvente, e se você gosta de história antigas e arte, o livro vai ser um prato cheio de conteúdo interessante. Ele conta com 239 páginas somente, e se tornou um dos meus preferidos do ano, confira a sinopse a resenha aqui.

A história começa em 1664, Griet, uma garota pobre e protestante de Delft, cidade holandesa, é contratada por uma importante família rica católica para ser sua criada. Por conta da situação financeira em sua casa desde que seu pai perdeu a visão em uma explosão durante o trabalho, Griet se vê obrigada a ir trabalhar na casa de Vermeer, esse importante pintor, e sua grande família. Com trabalhos árduos e desgastantes, Griet começa a conhecer um outro lado da cidade (e da vida) em que sempre viveu, mas que não conhecia até então. Então, tudo começa a mudar quando o pintor passa a pedir a ajuda de Griet em seu atelier, e a jovem moça, encantada pela arte que não conhecia até dado momento, se coloca no lugar de ajudar seu patrão com o que ele lhe pedir, só tem um problema: isso deve ser mantido em segredo. 

A probabilidade estatística do amor à primeira vista, embora tenha um titulo gigante, tem apenas 224 páginas. Porém, esse não é o maior atrativo da obra. Ela conta uma história que começa de maneira inusitada e sem muitas apresentações, o desenrolar é uma loucura e cada página que passa você quer ler mais e ainda mais rápido para saber o fim. Mas cuidado: quando o fim chegar (e ele vai chegar logo) você vai querer ler tudo de novo! Confira a sinopse:

 Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.

Soul Love é aqueles livros bem ensino médio, que a professora de português passa, ninguém dá confiança, mas acaba sendo bem legal. A obra conta com 208 páginas, flui levemente, embora aborde alguns temas pesados, tem romance, tem segredo, tem todos os ingredientes para e ler rapidinho. 


 Jenna não quer trair os amigos e não revelará o que se esconde por trás de sua expulsão do colégio, assumindo toda a culpa sozinha. Como castigo sua mãe a levou para passar algum tempo com uma tia numa tediosa cidadezinha do interior. É lá que Jenna encontra Gabe, um rapaz autêntico, melancólico e reservado. Completamente diferente de todas as outras pessoas ela conhece. É inevitável: Jenna se apaixona por ele. Será que Gabe é sua alma gêmea? Ele mostra a Jenna a beleza de um céu noturno sem nuvens, escuro, um contraste perfeito para o brilho das estrelas. E, em meio a livros, música, poesia e noites estreladas, o sentimento entre eles se torna cada vez mais forte. Mas Cleo, uma garota antipática que tem uma ligação muito estranha com Gabe, não está gostando nada desse romance. Afinal, ela não quer que ninguém mais saiba o grande segredo de Gabe...

Uma chande para recomeçar é aquele livro bem estilo natalino, e não falo isso somente por se passar no Natal, mas também porque ele tem o clima de amor, de recomeço, de gratidão, aqueles sentimentos que derretem nosso coração, faz a leitura fluir e quando as páginas acabam, um sorriso leve fica estampado no rosto e o coração bem aquecido. O livro contém apenas 146 páginas e a leitura é muito envolvente.

Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe. Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida... Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.

32 Comentários

  1. Acho que tenho tempo de sobra porque eu li quase todos da sua indicação kkkk.

    Bjs, mari

    www.ocaosfeminino.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, mas também são livros maravilhosos, né? ♥

      Excluir
  2. Como meu tempo ta curtinho vou ler o De Olhos Fechados rssr

    Bjs

    http://www.omundodemary.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu adoro ler e, mesmo com a rotina puxada, sempre encontro uma forma de ler ao menos um pouco por dia. Esse ano também não foi maravilho com leituras, mas consegui ler a quantidade que me propus e ainda mais. Adorei as indicações.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom ♥ Ler faz um bem danado, né? Sempre bom separarmos uma parte do dia para nos dedicarmos a esse hábito ♥

      Excluir
  4. adoro crônicas <3 principalmente quando estou lendo algum calhamaço, daí acho que vai aliviando a leitura :) li recentemente o "a probabilidade estatística do amor à primeira vista", achei uma gracinha!
    :***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro intercalar a leitura de crônicas com algum livro de história mesmo, sabe? Fica incrível ♥ Eu amo esse livro ♥♥

      Excluir
  5. Primeiramente, para tudo!! Que é o primeiro blog que vejo que indica o livro Soul Love - a noite o céu é perfeito, foi uns dos livros que mais me prendeu na leitura e eu encontrei por acaso na biblioteca da minha escola onde eu fazia o ensino fundamental. Acho um livro maravilhoso e com pouca visibilidade.

    Amo ler, e esse ano coincidentemente também foi o ano em que menos li livros, além do vestibular, comecei a trabalhar aí já viu né?
    Adorei o blog e as indicações de livros.
    Se puder dê uma passadinha por lá. Beijoss ;*
    http://sistersgadani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhhaha que legaaaal! MUITA gente conheceu esse livro na escola, sempre ouço falar isso. Eu li por conta propria mesmo, através de ebook.
      E nossa!! Trabalho + vestibular acaba com nossa vida social (principalmente de livros hahaha) Que bom que gostou, fico muito feliz ♥ Obrigada pelo comentário ;*

      Excluir
  6. Esses eu nunca li e adorei as indicações! bjs bjs nanimoreira.wordpress.com (Oieee, vim do grupo no face United Blogs)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou ♥ Leia sim, vale a pena viu? Beijos!

      Excluir
  7. Amo crônicas, elas prendem a gente num abraço apertado e a vontade de largar nunca chega <3
    Ótimas indicações! Se eu puder indicar um livro rapidinho - pra quem gosta de poemas - são 186 páginas de pura emoção. Li ele na escola, tinha uns 13 anos, e foi meu passaporte pra escrita (escrevi muitos poeminhas baseados nos poemas do livro). O autor é o Pedro Bandeira, vale super a pena conferir!
    Beijos
    https://pyetramelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, crônicas sempre me inspiram a escrever mais heheh. Que bom que curtiu! E valeu pena indicação, acho que nunca li nada do Pedro Bandeira, mas não tenho certeza rs. Beijooos!

      Excluir
  8. Olá, quantas indicações bacanas! Realmente, livros curtos ou de crônicas (ou mesmo de contos) são boas sugestões para quem tem pouco tempo para leitura.
    Eu tenho De Olhos Fechados na minha estante há um tempinho, preciso ler logo!

    ResponderExcluir
  9. Olá tudo bem?
    Parabéns pelo post. Amei a sua ideia. Amo contos e cronicas e eles são sempre bem vindos quando são bem escritos. Tenho A probabilidade estatística do amor à primeira vista, mas ainda não li e já li Uma chande para recomeçar da LIsa Kleypas e amei a leitura. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Nossa, obrigado pelas dicas. Meu marido é da área de Letras, ele sempre me indica uns títulos bons para ler. Ele sempre fala que as crônicas são livros para quem quer ler rapidinho e não tem muito tempo, coincidência hehehehe Bjo!

    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir
  11. O único livro das suas indicações que eu li foi A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, e realmente ele instiga a uma leitura envolvente ♡
    Acho que livros de crônicas são perfeitos pra quem não tem muito tempo. O único que eu tenho aqui é A Menina que Colecionava Borboletas ^-^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Amei o post. Bom nessas férias tenho bastante tempo pra colocar a leitura em dia.

    ResponderExcluir
  13. Ando sem tempo de ler mesmo! Adorei as indicações! E sou louca pra ler Depois dos quinze!

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler Depois dos Quinzes da Bruna Vieira ❤

    ResponderExcluir
  15. Tenho o livro da Yohana e amo! Aliás, muito bacana esse post dedicado aos leitores corredores, como eu. Se o espaço me permite e você também, meu conto também pode ser lido bem rapidinho. Se quiser conhecer, passa lá no blog! Beijos e sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  16. Eu estava outro dia mesmo pensando no Moça com o Brinco de Pérola, li esse livro há anos e eu me surpreendi muito com a história. É realmente extremamente envolvente e eu também lembro de ter lido nesse ritmo, de um dia para o outro, de tão gostosa que a leitura é. Eu super recomendo esse livro também, ótima dica!!

    Beijos,
    Mariana Baptista

    ResponderExcluir
  17. Amo ler, mas confesso que ja faz um tenpo que não leio um livro, principalmente pela falta de tempo. Gostei da dica das crônicas e dos livroa. Vou buscar um pra ler. Obrigada e parabens pelo blog. Sucesso

    ResponderExcluir
  18. Eu sou apaixonada por ler, ainda mais quando o livro é bem grande!
    Adorei esse post e as dicas de leitura!

    Bjs

    www.blogparadaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oie
    ai que legal o post, boa ideia de indicações, já li Depois dos quinze e gostei muito, A probabilidade estatística do amor a primeira vista é muito bom e Soul love li há um tempão mas lembro que amei

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro a Martha Medeiros e as crônicas dela são maravilhosas. Eu achei o post interessante. Mas quando a pessoa tem pouco tempo de ler, ou tempo de sobra, ela precisa estar com uma leitura que a agrade, não importando se o livro vai demorar a acabar ou não. Até porque um livro fininho não vai alterar a disponibilidade dela. Mas enfim, é uma questão de prioridades, na minha opinião.

    ResponderExcluir
  21. Adorei as dicas!!! Elas são boas não só pra quem não tem tempo, mas também pra quem quer sair da ressaca ou dar um tempo de um livro muito cansativo/grande. Eu adorei!
    bjss
    :)

    ResponderExcluir
  22. Amei a indicação do livro "A probabilidade estatística do amor à primeira vista"! Me encantou ♥

    ResponderExcluir
  23. Amo Soul Love, li no ensino médio e me lembro dele até hoje <3
    Amei as dicas e vou pegar umas indicações, a gente vai crescendo e o tempo ficando corrido, antes lia de cinco livro num mês, hoje preciso de cinco meses para ler um livro hahaha.

    Born in 1996

    ResponderExcluir
  24. No meu caso o tempo falta é para escrever mesmo!
    Ler eu consigo achar tempo, mas escrever parece que tudo acontece e eu não saio da décima palavrinha! Um absurdo.
    Seu blog é lindo!
    www.josya.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de MakeUp com a Boca Rosa