Uma das histórias mais inspiradoras da Bíblia sem dúvidas é a de José, recontada diversas vezes e com adaptações infantis, o que Deus fez na vida do filho mais novo de Jacó/Israel é de inspiração tanto para os pequeninos quanto para os adolescentes, adultos e até idosos. É uma história atemporal. E enquanto eu lia a história de José, um versículo simples, que pode muitas vezes passar despercebido, me chamou atenção e me fez refletir sobre tudo que José passou e fiz uma ponte sobre os tempos reais, o que muitas vezes passamos em nossas vidas. 

E Israel disse a José: "Nunca pensei que veria a sua face novamente, e agora Deus me concede ver também os seus filhos! "Gênesis 48:11


Não conhece a história de José? Tudo bem. Deixa eu contextualizar um pouco. José era o filho mais querido de Jacó/Israel (Gênesis 37.3) e seus irmãos tinham raiva e inveja dele por esse motivo, para completar José passou a ter sonhos, sonhos que eram visões dadas por Deus a respeito do seu futuro. A ira dos irmãos de José só aumentou, de forma que eles acabassem vendendo o irmão caçula como escravo, fazendo com que José seja levado para o Egito. 

Uma série de situações passa acontecer com José até que, enfim, a visão dada através de sonhos por Deus se torna em verdade e, por causa do dom dado por Deus, José passa a explicar os sonhos do rei (Gênesis 41.25-36), tornando-se então um homem de confiança e governador do Egito (Gênesis 41.37-41). 

Esse versículo acima mostra o momento em que, passado décadas, Jacó/Israel encontra seu filho mais novo. Na história, quando os irmãos de José o vendem como escravo eles mentem para o pai e contam que José havia morrido. Trágico, né? Mas nada fica escondido para sempre. E imagina a surpresa do pai ao descobrir que seu filho querido não só está vivo, mas também é o governador do Egito!

O que me chamou a atenção ao ler esse versículo em particular é a fidelidade do nosso Pai. Jacó/Israel já havia se esquecido dos sonhos e visões de José, ele tinha acreditado que seu filho estava morto e jamais o veria, porém Deus fez algo surpreendente. Deus não só fez José como o governador do Egito, como estava em suas visões, como também fez com que toda a família se reencontrasse, e a chance de perdão e arrependimento fluísse (Gênesis 50.20). O que parecia levar um triste fim, na verdade estava longe disso. 

Outro ponto extremamente importante é analisar que as coisas não aconteceram rapidamente para José, passaram-se anos até que ele se tornasse o governador e passou-se mais tempo até que ele reencontrasse sua família. Às vezes queremos que as coisas aconteçam do dia para a noite, temos um sonho em nosso coração e achamos que Deus deve fazer com que esse sonho se torne em realidade rapidamente, sem que sequer passemos por provas ou momentos difíceis. Mas, embora isso possa acontecer, na maioria das vezes não é assim que as coisas funcionam. E não devemos esperar que elas aconteçam dessa maneira, da forma mais fácil e cômoda para nós. 

Os irmãos de José acreditavam que ao o venderem como escravo e o mandarem para o Egito estariam se livrando do irmão e livrando-se assim do futuro que José previu em sonhos. Mas muito pelo contrário, mal sabiam eles que foi através da ida de José para o Egito, mesmo como escravo, que as coisas aconteceriam. Muitas vezes os caminhos parecem-nos tortos e sem sentido algum, seguimos e achamos que estamos perdidos e sem rumo, mas Deus sabe tudo que vai acontecer, Deus sabe e conhece cada provação, nós só vemos o que nossos olhos alcançam, mas contra essa nossa limitação temos uma arma potente: a fé, que é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver (Hb 11.1).

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online