de olhos fechados
Sabe quando você não espera muita coisa de um livro e acaba se surpreendendo totalmente? Foi exatamente isso que aconteceu quando caí de paraquedas na escrita da Lavínia Rocha. Ganhei De Olhos Fechados em um sorteio e só comecei a ler por ver que seria uma leitura rápida e descontraída. Na verdade, descobri que o livro vai muito além das primeiras impressões que tive...

Autora: Lavínia Rocha
Editora: D'Plácido
Páginas: 253
Ano: 2014
Nota: 4/5
Sinopse: "Ignorar é a solução" foi o que pensou Cecília quando alguns papéis começaram a surgir no seu quarto, na bolsa e nos seus livros. O que seriam aquelas ameaças e informações sem nexo? Quem estaria mandando? Como se não bastasse, a cada que os lê, uma imagem passa em sua mente. Talvez isso pudesse ser menos estranho se Cecília não fosse cega desde o dia que nasceu. Para desorganizar ainda mais sua vida, Tiago - o garoto novo da escola - começa a balançar seu coração e a faz com que sinta o que ela jamais sentiu. Sua dificuldade agora é acreditar no que sempre tentou passar às pessoas: ser cego não é sinônimo de limitação e tristeza. Entre os desafios do dia-a-dia e da adolescência, Cecília se vê envolvida em um mistério que pode afetar sua vida e de todos os belo-horizontinos, e ela não vai descansar até descobrir - e entender - um grande segredo do passado da cidade que os livros de História jamais ousaram contar.

Acredito que De Olhos Fechados pode ser dividido em duas partes: a primeira é sobre Cecília como uma adolescente comum, pelo menos comum para uma deficiente visual, e os dramas dessa fase da vida, em especial a paixão por um novo menino no colégio e os dilemas que sua deficiência traz.  A outra parte é ação, suspense e mistério. 

Ainda tento imaginar o que se passou na cabeça da Lavínia na hora de escrever essa história. É absolutamente incrível como ela conseguiu mesclar uma história adolescente de romance normal com algo surpreendente que leva ação e mistério. 

A história tem todo um mistério que envolve Cecília e um segredo de família muito antigo e começa justamente quando a Ceci começa a receber ameaças e a cada um desses bilhetes elas visualiza uma imagem em sua cabeça. Mas isso é impossível, afinal ela já nasceu cega e nunca enxergou nada!

de olhos fechados
Uma das coisas que me fez pensar que o livro não seria tão legal foi que, enquanto foleava, vi que tinha muitos diálogos e pouquíssima narrativa. Achei que por conta disso a leitura acabaria sendo menos rica, mas foi o mais puro engano. 

Ao mesmo tempo em que a autora consegue colocar ação, suspense, romance e tudo para divertir e distrair o leitor, ela acabou me causando uma reflexão. Eu nunca li nada com uma personagem que fosse deficiente visual e gostei muito dessa experiência, a forma como a Lavínia colocava os pensamentos da Ceci e as atitudes das pessoas ao seu redor me fazia pensar em como eu trato pessoas que são deficientes e em como pequenas coisas podem acabar sendo ofensivas.


[...] lidar com cegos estava longe de ser a coisa mais fácil. Não porque nós sejamos complicados, mas porque as pessoas que enxergam se assustam com o diferente e não sabem o que fazer. 

Na entrevista que fiz, a Lavínia me surpreendeu ao falar que não teve contato com nenhum deficiente visual. Isso porque ela consegue descrever com muita perfeição os pensamentos, atitudes e reflexões da Cecília. Imagino o trabalho que deve ter dado para pesquisar tudo isso. Mas com certeza valeu a pena!

O livro ainda tem um quê sobrenatural (acho que esse é o termo certo) que gostei bastante. É uma mistura de tudo mais legal: romance, drama adolescente -muito dosado na medida certa, devo ressaltar-, ação, mistério e reflexão! A narrativa é super rápida e você devora o livro antes que possa imaginar, o mistério nos faz querer comer as paginas de uma só vez e os personagens são um amor! 

de olhos fechados
Gostei bastante da edição da D'Plácido. A capa é uma coisa linda e por dentro as paginas do livro são branquinhas. A diagramação é ok, com o texto bem centralizado e muito espaço nas bordas, não gosto muito disso, mas não foi algo que tenha me incomodado. Tem alguns detalhes que são muito bonitinhos e deram um diferencial. 

19 Comentários

  1. Muito bom. Vou ler. A história e muito boa. Adorei seu blog.

    Abraços

    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado do livro e do blog ♥♥♥ Beijinhos.

      Excluir
  2. Oi, Aléxia! Tudo bem?

    Que livro legal!
    Não conhecia e mesmo assim, me encantei com a premissa!
    Sua resenha está ótima, em deu até vontade de ler esse livro! :D

    Beijos!
    Danny
    Participe do Sorteio "Mês das Mulheres" no Irmãos Livreiros, serão 10 livros sorteados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii que maravilha ler isso, muito obrigada ♥ <3 Espero que leia e adore tanto quanto eu, beijos!

      Excluir
  3. Oiii Aléxia, tudo bem?
    Que livro é esse menina? Pela capa pensei a mesma coisa que tu hahahahaha e a premissa me conquistou completamente, fico tão feliz que tenha te surpreendido bastante e com toda certeza leria. Sortuda por ganhar livros em sorteio ahahah
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simm, a capa é tão simpleszinha que a gente nem dá nada demais, mas o livro é ótimooo! Haha, tenho um pouquinho de sorte com sorteio heheh :P Beijoos!

      Excluir
  4. UAU, como assim ela escreveu sobre uma deficiente visual sem ter contato? Que trabalhão mesmooo!E você falou tão bem que fiquei curiosa, nossA!Amei ter conhecido seu blog e já adicionei no favoritos do Momentos Assim para visitar aqui sempre!
    http://www.momentosassim.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiiii que linda, fico mega mega feliz com isso. Espero que curta bastante a história, beijãaao!

      Excluir
  5. Olá Aléxia,

    esse livro parece ser dos bons, bem interessante, a premissa me saltou aos olhos. Sua resenha ficou muito boa, objetiva e clara, está de parabéns. Eu não conhecia a autora e a editora. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu também não conhecia ambos, foi meu primeiro contato e me apaixonei! Puxa, muitissimo obrigada, comentários assim me animam e me deixam muito feliz!! De coração ♥ beijos!

      Excluir
  6. Olá flor, não conhecia a obra. Adorei a resenha, achei o enredo muito interessante, já anotei a dica para ler também!

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  7. Ultimamente os livros que me atraem são justamente esses, com mais diálogos.
    Já tinha visto outras resenhas do livro e ele está na minha lista do skoob a muito tempo. Só falta o livro kkkk
    bjs, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahha, esse livro é ótimo, eu gosto de bastante dialogo, mas curto narrativa também ☺ Acho que tem que ter um meio termo :P Beijos.

      Excluir
  8. Olá! não sou muito interessado nesse tipo de livro mas de qualquer forma pareceu bem legal!


    Até mais :)
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena, rs. Obrigada pelo comentário, até!! ♥

      Excluir
  9. Oi, não conhecia o livro e já curti pela protagonista. O fato de um livro ter muitos diálogos não é algo negativo, isso depende se o autor ou autora sabe cria diálogos. Por exemplo, Nelson rodrigues é mestre em diálogos, a mesma coisa é com a adjetivação. Olha, acho que preciso ler esse livro, curti muito a protagonista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, a Cecilia é muito especial ♥♥ Dá vontade de ser amiga, hehe. Simm, realmente isso varia de autor!! :D beijão!

      Excluir
  10. Olá,
    Não conhecia a história, mas me pareceu interessante pela mistura de estilos num livro só. Se eu tiver a chance lerei sim.
    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online